Querendo se tornar um profissional diferenciado para o mercado de trabalho? Hoje a dica veio da Thaís Sousa, gerente de Recursos Humanos do Grupo Verbo. Já ouviu falar sobre intraempreendedorismo? Então essa é a hora de aprender com quem sabe exatamente o que as empresas procuram.

Com as constantes mudanças e evoluções que ocorrem no nosso cenário social, político e organizacional, achar um diferencial para se tornar competitivo no mercado de trabalho é fundamental para manter a empregabilidade e alta performance em todos os desafios enfrentados no dia a dia das empresas.

Como mencionado por Jeff Weiner, CEO do LinkedIn, durante uma palestra na ASU GSV Summit, habilidades, e não, diplomas estão ganhando cada vez mais importância em processos de seleção em empresas de todos os portes, ganhando mais atenção dos recrutadores nos processos de seleção.

Segundo ele, empresas como o LinkedIn focam em pessoas apaixonadas pelo que fazem, éticas, leais e com mentalidade de crescimento. Dentro dessa realidade, as empresas vem se desenvolvendo e dando um olhar muito mais crítico para habilidade que o currículo é incapaz de mostrar.

O perfil de empreendedor, ou C, com visão “ownership” (que pensa e age como dono do negócio) nunca fez tanto sentido. Mas qual a diferença entre empreendedorismo e intraempreendedorismo e o que é necessário desenvolver para se tornar um profissional diferenciado, dominando essas habilidades?

A principal diferença entre um empreendedor e um intraempreendedor é que um empreendedor normalmente, através do seu espírito inovador e ideias, investe para abrir seu próprio negócio, enquanto o intraempreendedor normalmente atua dentro de uma empresa, contribuindo com ideias novas em cima de algo que já existe, sendo o perfil mais procurado por empresas que tenham uma cultura focada em inovação.

Listamos abaixo, algumas características importantes desse perfil:

Trabalho em equipe

Esse parece um clichê, visto o quanto é mencionado dentro das organizações. Mas, para um profissional intraempreendedor entender a importância de desenvolver o trabalho em equipe, delegar e compartilhar ideias e projetos é essencial para facilitar a ação.

Articulador

O intraempreendedor é capaz de se expressar, em diversos ambientes, com clareza e segurança, garantindo que sua comunicação será realizada com assertividade.

Prático

Praticidade é uma característica fundamental para esse perfil, que precisa ter facilidade para solucionar conflitos e impasses de forma ágil, além de focar em soluções objetivas para conduzir os projetos.

Criativo

Criatividade, aliada com imaginação, é uma habilidade desenvolvida por pessoas intraempreendedoras. Criar e desenvolver novas ideias, metodologias e soluções é essencial para manter o crescimento do negócio. Além de ter a ousadia de fazer acontecer, sem medo de maus julgamentos.

Sendo de responsabilidade

Um intraempreendedor não terceiriza a responsabilidade. Ele assume os riscos, mesmo que isso o custe, até mesmo, o emprego.  Dessa forma, se preocupa mais em desenvolver a si mesmo, do que buscar nos outros as soluções para seus problemas e projetos. Correr riscos, assumir responsabilidades e ir trabalhar todos os dias sem medo de ser demitido, são características de um intraempreendedor de sucesso.

Inquietude

Inquietude é uma das principais características desse perfil, pois sua insatisfação constante não permite que o intraempreendedor assuma uma posição em zona de conforto, o impulsionando  para a inovAÇÃO.

Visão de futuro

Por último, o intraempreendedor possui uma visão de futuro bem determinada. Planeja e direciona sua mentalidade, comportamento e ações, com foco para atingir seus objetivos.

Se você se identificou com os itens citados, parabéns! Você é um profissional diferenciado e possui um grande valor no mercado de trabalho. Se ainda não, não se preocupe, o intraempreendedorismo pode ser desenvolvido e com certeza irá alavancar sua carreira.

O Educa preocupa-se com sua vida profissional, por isso sempre estamos trazendo todas as dicas necessárias que você precisa para desenvolver as competências que o mercado de trabalho procura. Mantenha-se informado conosco! 😉

Share.

Leave A Reply